Prótese

Existem diversos motivos que podem causar a perda dos dentes: cáries, doenças das gengivas, traumatismos. Além da questão estética, a falta dos dentes pode provocar vários tipos de desequilíbrio na arcada dentária, pois os dentes que ficaram tendem a se reacomodar com o espaço livre.

Felizmente, existem soluções em próteses dentárias adequadas para cada caso, que deixam o sorriso natural e restauram as funções mastigatória e fonética.

A prótese pode ser fixa ou removível e total ou parcial. O protesista (dentista especializado em prótese) é quem vai avaliar e indicar as melhores opções de tratamento.

Conheça os principais tipos de prótese:

  • Prótese parcial removível: é o tipo de prótese utilizada em pessoas que ainda apresentam alguns dentes naturais, por isso o nome parcial. E é chamada de removível porque pode ser retirada pelo portador no momento que este desejar. Essas próteses são suportadas pelos dentes com o auxílios de grampos que constituem uma armação metálica.
  • Prótese total: é o tipo de prótese utilizada em pessoas que não apresentam nenhum dente natural na boca, por isso chamada de prótese total. Apesar de não receber o nome removível, também podem ser retirada pelo portador no momento que este desejar. Este tipo de prótese não apresenta grampos como a prótese parcial removível.
  • Prótese sobre implante: é o tipo prótese adaptada sobre parafusos de titânio que são instalados no osso alveolar. Reproduz anatomia dental e pode ser unitária, unida por dois ou mais implantes e também prótese total suportada por implantes, neste caso não é removível como a prótese total convencional.
  • Coroa unitária: esse tipo de prótese é utilizado quando, por algum motivo, a pessoa perdeu a coroa do dente (parte do dente que fica exposta na boca). Nesse tipo de reabilitação utiliza-se a raiz do dente natural, por isso é muito importante a avaliação inicial das raízes, dado nem sempre podem ser aproveitadas.

Após a instalação da prótese, há um período natural de adaptação. Em alguns casos pode ser necessário fazer ajustes no protesista por algum tempo, o que é um processo normal e esperado.

Além disso, o uso da prótese não dispensa (ao contrário, demanda ainda mais) os cuidados com a higiene bucal. As próteses que são removíveis devem ser retiradas no momento da higienização e devem ser escovadas assim como a gengiva, a língua e o palato.

Para as próteses que são fixas a escovação também e muito importante assim como o fio dental, quando é possível a utilização, para casos específicos existem escovas adaptadas.

Gostaria de marcar uma avaliação? Entre em contato conosco!

Copyright © 2019 Oral Clean - Clínica Odontológica - - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Kroqui | Marco Zero Comunicação